Canudos: Livro traz escritos inéditos de Antônio Conselheiro

sexta-feira, 24 março, 2017

canudos

canudosEm 1895, cerca de um ano e meio antes da primeira expedição militar contra o arraial de Canudos, Antônio Vicente Mendes Maciel, o Antônio Conselheiro, escreveu uma série de apontamentos que resumiam seu ideário religioso.

O caderno com esses escritos sobreviveu à destruição de Belo Monte – como Canudos era chamado pelos devotos -, mas não havia ainda despertado o interesse de pesquisadores.

O historiador Pedro Lima Vasconcellos, que acaba de publicar esses textos em uma caixa com dois livros intitulada Antônio Conselheiro por Ele Mesmo (editora É Realizações), acredita que a divulgação do pensamento do Conselheiro pode afinal desfazer equívocos e distorções sobre o personagem – sobretudo, aqueles consagrados por Euclides da Cunha, que em Os Sertões caracterizou o líder de Canudos como um tipo paranoico e delirante. A resenha em VEJA desta semana apresenta esse precioso documento da história brasileira.

(Informações da Revista Veja / Foto: Flávio Barros/Museu da República)

http://www.interiordabahia.com.br