Estudantes apresentam projetos artísticos e culturais na Flica 2017

segunda-feira, 2 outubro, 2017
 Os estudantes da rede estadual terão um espaço especial na Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) 2017, que acontece entre os dias 5 e 8 de outubro, no município de Cachoeira, na região do Recôncavo Baiano. Na Casa Educar para Transformar, instalada no prédio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), estudantes irão apresentar projetos de arte e cultura desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado, com o objetivo de dinamizar o ambiente escolar e promover o protagonismo estudantil.

Serão expostas criações de 70 estudantes de escolas dos Núcleos Territoriais de Educação de Bom Jesus da Lapa (NTE 2), Serrinha (NTE 4), Teixeira de Freitas (NTE 7), Amargosa (NTE 9), Barreiras (NTE 11), Macaúbas (NTE 12), Caetité (NTE 13), Itaberaba (NTE 14), Jacobina (NTE 16), Alagoinhas (NTE 18), Feira de Santana (NTE 19), Vitória da Conquista (NTE 20), Santo Antônio de Jesus (NTE 21), Jequié (NTE 22), Santa Maria de Vitória (NTE 23), Senhor do Bonfim (NTE 25), Salvador (NTE 26) e Eunápolis (27).

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre a importância da participação dos estudantes no evento. “A arte e a cultura fazem parte do currículo nas escolas estaduais e os estudantes são grandes protagonistas. Na Flica, eles terão a oportunidade de apresentar as suas criações, ao mesmo tempo em que poderão ampliar seus conhecimentos, a partir da troca de experiências e de todas as possibilidades que a Flica apresenta”, afirmou.

A Casa Educar para Transformar será aberta, a partir das 9h, da quinta-feira (5/10), com a apresentação da Fanfarra do Colégio Estadual de Cachoeira. Na programação da Casa Educar para Transformar, os visitantes poderão conferir a exposição das obras dos projetos de Artes Visuais Estudantis (AVE) e Educação Patrimonial e Artística (EPA). Ainda serão realizados o Recital de Gregório de Mattos: Boca do Inferno e apresentações de obras literárias selecionadas no Concurso Festa literária na rede estadual, que foi promovido pela Secretaria da Educação do Estado em homenagem a Gregório de Matos. Também será feita uma homenagem pelos 170 anos do poeta Castro Alves.

Na programação, constam apresentações do Black Dance, grupo de dança de rua e de teatro do Colégio Estadual Elisabeth Chaves Veloso, localizado em Salvador. Na Tenda Literária, outro espaço da Casa, serão realizadas as oficinas literárias e ‘De olho no Braile’ sobre leitura braile, com a coordenação de Educação Inclusiva da Secretaria da Educação do Estado. No espaço, serão realizadas, ainda, oficinas artísticas para a confecção de máscara, além de debates sobre a sétima arte, por meio do ‘Papo de Cinema’, com as participações do estudante Kéfas Matos, destaque pela produção de audiovisuais, pelo projeto Produção de Vídeos Estudantis, da rede estadual e de outros convidados.

Além dos projetos estudantis, a Casa Educar para Transformar contará, também, com um Sarau literomusical e encontros literários, mostras e recitais, além de atividades de órgãos do Estado, como a Secretaria da Cultura (Secult) e Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). O IPHAN também irá realizar atividades no espaço. Paralelamente, os estudantes também participarão da mostra de livros, na Praça Teixeira de Freitas, com a Coleção Pactos de Leituras, editada pela Secretaria da Educação do Estado e produzida por autores baianos.

Confira a programação da Educação na Flica 2017

– Quinta-feira (5/10)
9h – Abertura – Apresentação da Fanfarra do Colégio Estadual de Cachoeira
9h às 20h – Exposição das criações estudantis do AVE e do EPA
9h às 20h – Oficina artística de confecção de máscaras
9h às 11h – Recital de Gregório de Mattos: Boca do inferno / apresentações de obras literárias selecionadas no Concurso Festa Literária na rede estadual
9h às 19h – Mostra de livros – Coleção Pactos de Leituras (autores baianos) – Edital de Literatura Infantil (Praça Teixeira de Freitas)
9h/14h/19h – Cantinho de leitura e contação de histórias (Praça Teixeira de Freitas)
14h às 15h – Encontros literários
15h às 16h – Papo de cinema
16h às 17h – Black Dance
17 às 19h – Sarau do Gregório de Mattos: Boca do inferno/ Festa Literária na rede estadual

– Sexta-feira (6/10)
9h às 20h – Exposição das criações estudantis do AVE e do EPA
9h às 20h – Oficina artística de confecção de máscaras
9h às 11h – Tenda Literária – Oficinas literárias e Oficina ‘De olho no Braile’.
9h às 19h – Mostra de Livros – Coleção Pactos de Leituras (autores baianos) – Edital de Literatura Infantil (Praça Teixeira de Freitas)
9h/14h/19h – Cantinho de leitura e contação de histórias (Praça Teixeira de Freitas);
14h às 15h – Encontros literários;
17h às 18h – Black Dance;
17h30 às 18h30 – Sarau líteromusical

– Sábado (7/10)
9h às 20h – Oficina artística de confecção de máscaras;
9h às 12h – Tenda literária – Oficinas literárias;
9h às 19h – Mostra de livros – Coleção Pactos de Leituras (autores baianos) – Edital de Literatura Infantil (Praça Teixeira de Freitas);
9h/14h/19h – Cantinho de leitura e contação de histórias (Praça Teixeira de Freitas);
14h às 15h – Encontros literários;
17h às 18h – Black Dance;
18h às 19h – Sarau líteromusical.

– Domingo (8/10)
9h às 10h – Black Dance;
9h às 12h – Mostra de livros – Coleção Pactos de Leituras (autores baianos) – Edital de Literatura Infantil (Praça Teixeira de Freitas).


Félix Júnior quer acareação entre Meirelles e irmãos Batista em CPMI da JBS

segunda-feira, 2 outubro, 2017

por Estela Marques

Félix Júnior quer acareação entre Meirelles e irmãos Batista em CPMI da JBS

Foto: Reprodução / PDT na Câmara

O deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT-BA) quer que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, seja convocado na CPMI da JBS para uma acareação com os irmãos Wesley e Joesley Batista. “O ministro da fazenda era presidente da holding J&F. Acho que ele pode contribuir com tudo o que aconteceu – empréstimos, relações da JBS com o governo”, explicou Félix, em entrevista ao Bahia Notícias. O requerimento foi protocolado na comissão na semana passada e deve ser votado nos próximos dias. A CPMI da JBS investiga a relação da empresa com o BNDES e as suspeitas de irregularidades envolvendo acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República. 

Bahia Noticias


Política do ‘venha a nós’ do PT começa a incomodar aliados e terá impacto em 2018

segunda-feira, 2 outubro, 2017

por Fernando Duarte

Política do ‘venha a nós’ do PT começa a incomodar aliados e terá impacto em 2018

Foto: Divulgação

As razões para a rebelião do PP contra o governo do estado, cujos detalhes foram publicados na última sexta-feira (29) pelo Bahia Notícias, mostram que a configuração do jogo político do PT começa a dar sinais de desgaste também no plano estadual. Nos bastidores sabe-se que, desde que os petistas chegaram ao Palácio do Planalto, a estratégia de ocupar o máximo dos espaços possível dentro da máquina estatal controlada pelo partido é levada à risca. Não que seja uma ação exclusiva do PT, já que os sucessivos escândalos apontam que outras siglas como PP, PMDB, PSDB e DEM também trabalhavam com o loteamento do governo. É que a troca de cargos por interesses passou a ser mais escancarada – ou mais noticiada ao longo dos últimos anos. Após 14 anos hegemônico no plano federal, o PT foi obrigado pela queda de Dilma Rousseff a realocar aliados aos locais de origem. A Bahia, que ainda era um ninho forte do petismo no Brasil, foi um dos destinos mais certos para esses “companheiros”. Vide, por exemplo, a nomeação do ex-ministro Jaques Wagner para funções estatais logo após o fim da quarentena. Porém, para readequar os espaços para o partido, o governador Rui Costa acabou também obrigado a mexer nas arrumações internas das correntes petistas para não deixar fieis aliados desamparados. A tensão, latente há algum tempo, porém escondida nas coxias e corredores do governo, ganhou novos episódios que confirmam que há fogo sob a fumaça. Além da rebelião do PP, que reclamou sem mostrar as faces de que o governador só tem atendido prioritariamente o PT, o ex-secretário de Cultura, Jorge Portugal, perdeu a queda de braços para o deputado estadual Rosemberg Pinto e acabou “renunciado” do posto – e isso não quer dizer que o trabalho feito pelo professor-cantor fosse excepcional. Rui Costa é um homem de partido, ainda que não esteja tão totalmente atrelado à imagem do petismo clássico como Wagner. E, caso ceda mais aos interesses do PT, pode ficar em maus lençóis na relação com os aliados, a exemplo dos progressistas que até possuem uma representação importante no plano político estadual, mas cuja musculatura política ainda fica atrás do PSD. Por enquanto, nas rodas políticas, a reclamação está mais restrita. Caso chegue aos social-democratas, Rui deve começar a se preocupar. Afinal, não apenas de “venha a nós” se reza o Pai Nosso. É preciso também ceder “ao vosso Reino”.

Bahia Noticias


Estudantes de Jacobina apresentam projetos em Feira de Ciências e difundem rádio escolar

segunda-feira, 2 outubro, 2017
Os estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Negócios Professora Felicidade de Jesus Magalhães (CETEP), localizado em Jacobina (361 km de Salvador), apresentaram, nesta sexta-feira (29), projetos de iniciação científica durante a VI Feira de Ciências, Empreendedorismo e Tecnologias Sociais (FECCEEP). O evento aberto à comunidade também contou com apresentações culturais e o relançamento da Rádio CEEP Felicidade.
Fotos: Divulgação
Mivelem Nascimento Pereira, 18, que faz o curso técnico em Manutenção e Suporte em Informática, é um dos estudantes envolvidos na Rádio CEEP Felicidade e aproveitou a feira para divulgar o projeto de sua equipe ‘Aprimoramento do Transmissor FM no CEEP Felicidade’. “Fizemos um transmissor para aprimorar e expandir o sinal da rádio e que agora tem um alcance de 1 Km de distância. Foi muito bom apresentar o resultado de uma pesquisa desenvolvida para melhorar a interação e comunicação da comunidade escolar”, explica.
Quem também apresentou um projeto relacionado à rádio escolar foi Érica Santana Santos, 16, do curso técnico em Computação Gráfica. “Apresentamos o projeto ‘Formação e comunicação por meio da rádio CEEP Felicidade’ com o intuito de difundir o conhecimento da nossa área, informando e entretendo os alunos por meio da plataforma web da rádio. No momento, a rádio pode ser acessada por computadores e celulares através de um endereço IP restrito aos limites da escola. O próximo passo é hospedar uma página na Internet para que a rádio seja acessada de qualquer computador ou smartphone, em qualquer lugar do mundo”, revela a estudante.
A empresária Maria Neide, 54, visitou a feira para conferir de perto os trabalhos dos estudantes e afirma que gostou muito da qualidade dos projetos. “Pude perceber que eles são muito criativos e que possuem o interesse em buscar informações e crescer. Os estudantes realmente estão de parabéns”, afirma.
 
Para o vice-diretor do CEEP, Almerindo Valois, o evento é muito importante para a divulgação do conhecimento científico dos estudantes. “Nosso foco é estimular o aluno à pesquisa científica para que sigam as novas tendências da modernidade, que exigem pessoas mais dinâmicas, participativas, ativas e comunicativas. Por isso, implantamos a rádio para instigar o potencial dos alunos”, destaca o gestor.