Todo profissional tem compromisso e compromissos

Prof. Desiderio

Naturalmente que todos os trabalhadores profissionais têm compromissos. Aquele a quem se homenageia no dia de hoje também. Dentre eles formar outros profissionais, inclusive formar novos professores.

As dimensões desses compromissos precisam ser debatidas e melhor compreendidas pela sociedade e pelas autoridades responsáveis pelos planos de educação nos três níveis: nacional, estadual e municipal. Pelo menos, os mais importantes deve ser objeto de reflexão permanente.

O ensino é um trabalho exigente, estressante, em certos momentos, e complexo. No entanto, esses são precisamente os fatores que fazem da Profissão um trabalho atrativo para aqueles indivíduos que se sentem envolvidos com o mundo da educação. Pode-se falar de duas grandes dimensões do compromisso: a pessoal e que traduzimos por compromisso em ação.(Leanne Crosswell, 2006).

A dimensão pessoal se constitui principalmente dos fatores particulares associados ao professor: as atitudes próprias e as motivações dos docentes de forma individual, assim como suas experiências pessoais, suas ideologias e suas convicções. Além disso, relaciona-se com outros aspectos característicos, como o tempo e a energia que um individuo dispõe para investir na sua profissão. Duas categorias podem ser conectadas com a dimensão pessoal, que são o compromisso do professor como uma paixão pelo seu trabalho e o compromisso do professor como um investimento do seu tempo extra.

A dimensão social, ideológica e política faz parte do compromisso pessoal e do compromisso em ação, além de, em alguns casos, atuar como ponte entre ambos. É evidente que nem todos os professores manifestam interesse político, ainda que a maioria demonstre uma preocupação social e uma base ideológica relacionada a algum aspecto da educação.

Finalizando, social e politicamente falando, todas as mudanças sofridas por esse grupo, não podem ocorrer a sua revelia. Muito menos as mudanças legislativas, que na atual conjuntura política estão sendo editadas sem dialogo e consenso suficiente.

Subestimar o professor pode ser comum entre setores da sociedade. Contudo, para o poder público cometer o mesmo erro, pode ser no mínimo fatal. Erro grave, que sem dúvida, pode comprometer o futuro de gerações.

Saudando a todos os professores e professoras no seu dia, em especial aos da rede estadual de ensino do estado da Bahia, renovo os meus votos de dias melhores.

Desiderio Bispo de Melo

Professor e Diretor Geral do Instituto Anísio Teixeira

Email: Desiderio.melo@educacao.ba.gov.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.