Estudantes participam da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia na capital e no interior

 As escolas da rede estadual de ensino estão integradas às ações da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que acontece em todo o pais até domingo (29), por meio da realização de mostras, feiras e exposições de projetos relacionados ao tema central “Matemática em toda parte”. Em Salvador, muitos estudantes participaram de palestras e exposições no Shopping Salvador, nesta sexta-feira (27). No Colégio Estadual Odorico Tavares, as atividades foram realizadas duarante toda a semana. Já no interior, em cidades como Itabuna, na região Sul, as ações foram promovidas de maneira integrada com os estudantes do Colégio Modelo, Colégios Estaduais Sesquicentenário (CISO), Félix Mendonça e Armando Freire e do Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (CIOMF).
No Colégio Modelo de Itabuna, a 2ª edição da Feira de Ciência e Inovação teve a parceria da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). A programação, de 24 a 26, incluiu palestras, exposições de trabalhos científicos, apresentações de projetos, além do I Encontro de Xadrez. Um dos destaques foi a realização do I Simpósio de Jovens Cientistas dos Clubes de Ciências do Núcleo Territorial de Educação de Itabuna (NTE 05), através do programa Ciência na Escola, com oficinas ministradas por profissionais do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Itabuna (CJCC) e da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FTC).

Segundo a diretora do colégio, Edmailza Aboboreira, a feira visa a popularização da Ciência entre as pessoas através da divulgação da produção científica dos estudantes. “O intuito é fazer com que a Matemática deixe de ser um ‘bicho de sete cabeças’ para o aluno e fazer com que ele perceba que ela está em toda parte, desde a música até a construção de figuras geométricas”, ressalta a gestora.
A estudante Larissa Silva Santos, 15, 1º ano, fez uma performance de expressão corporal na feira e, também, participou das oficinas e palestras. “Este evento é muito importante para o desenvolvimento de todos os estudantes, porque além de mostrar o que produzimos, tivemos a oportunidade de aprender com outros alunos e profissionais convidados de várias áreas”, diz, entusiasmada.
Camila Ribeiro Rocha, 15, 1° ano, foi responsável por apresentar alguns jogos tecnológicos e de tabuleiro. “Mostramos que a Matemática pode ser ainda mais divertida através de jogos que estimulam o raciocínio lógico como o jogo de tabuleiro de estratégia chamado Ludo, o 2048, que é relacionado à soma e o Quiz Matemático, com perguntas e respostas rápidas sobre os conteúdos da disciplina”, informa a estudante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.