Política: Ciro Gomes faz acordo com Lula para apoio no segundo turno

[Ciro Gomes faz acordo com Lula para apoio no segundo turno]

11 de Dezembro de 2017 às 06:11 Por: Roberto Viana/BNews Por: Redação BNews03comentários

O ex-ministro Ciro Gomes e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, PDT e PT, respectivamente, firmaram um acordo para o segundo turno. De acordo com a coluna Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo, quem passar para a segunda etapa terá o apoio do outro.

O pedetista havia estipulado um prazo para viabilizar seu nome na corrida pela Presidência da República. Esse prazo se esgotou há duas semanas e foi aí que o acordo com o petista acabou sendo selado. Ele esperava ter o apoio de Lula, mas isso não ocorreu.

Na última Datafolha, o pedetista aparecia em quinto lugar com 6% das intenções de votos, enquanto Lula tinha 34%. Para tentar acelerar suas articulações, Ciro começou a buscar montagem dos palanques regionais filiando novos nomes ao PDT.

Bocão News

“Ciro, você está fazendo a gente voltar a sonhar”, declara Lupi, em Serra, no Espírito Santo

 

Por Elizângela Isaque

A sede das mudanças que o Brasil precisa levou mais de 1.000 pessoas à Convenção Estadual do PDT do Espírito Santo, realizada nesse sábado (9), em Serra (ES), incluindo representantes de partidos aliados. Comandada pelo deputado federal Sérgio Vidigal, reconduzido à presidência estadual da legenda, a militância não conteve o entusiasmo, ao longo das falas do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, e do pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes.

Após uma recepção animada e quase ensurdecedora, o presidenciável elevou ainda mais os ânimos do público ao convocar todos para refletir acerca do atual cenário do Brasil. “Quem tem o coração ligado à vida do povo, sabe que o terror vivido por quem precisa de um hospital para o filho, para o pai, é hoje um espinho espetado no coração da família brasileira”, lamentou Ciro.

Além de criticar a extinção de direitos fundamentais, promovida pelas reformas Trabalhista e da Previdência, o presidenciável também chamou a atenção para os mais de 60 mil homicídios registrados nos últimos 12 meses no País. “Jovens quase todos; negros quase todos, pobres todos; ante a absoluta impotência do Estado democrático de direito brasileiro de devolver um mínimo de paz à comunidade”, avaliou Ciro, que revelou, em seguida, outro dado alarmante.

“Só 8% desses homicídios são investigados, pela absoluta falta de responsabilidade das estruturas centrais do governo brasileiro, diante de novidades sofisticadas e perigosas, de facções criminosas, do narcotráfico que movimenta milhões. E não inovou uma lei, e não inovou um orçamento, há mais de dez anos, para confrontar esse fenômeno horrível, que é a violência urbana generalizada no nosso País”, alertou Ciro.

Coragem, ousadia e amor à pátria

Aplaudido durante toda a sua fala, Lupi também provocou a militância, ao afirmar que o momento vivido pelo País exige “coragem, ousadia e amor à pátria brasileira”. Segundo ele, Ciro tem o perfil necessário para enfrentar os poderosos, responsáveis pelo sistema financeiro que, em sua interpretação, é o câncer da sociedade moderna.

“O papel de um partido tem não é falar o que a pesquisa diz que temos que falar para receber aplausos. É debater, é levantar teses, é levantar ideais. Esse vai ser o papel do companheiro Ciro Gomes, e está sendo”.

“Nós queremos um Brasil para os brasileiros. Nós queremos alguém que tenha passado, presente e futuro, não só limpo na conduta honrada, mas também limpo no seu coração de amor ao povo brasileiro. Você, com a sua vinda, está rejuvenescendo o PDT. Você, com sua vinda, está resgatando os valores brizolistas que andavam esquecidos. Você está fazendo a gente sonhar!”, disse Lupi.

Provocado por Lupi e Ciro a considerar disputar o governo do Espírito Santo, Sérgio Vidigal enalteceu a gestão do presidente que, em sua opinião, é conciliadora e perseverante. “É uma honra ter na nossa presidência alguém que leva esse partido pra frente, alguém que não faz do partido um balcão de negociatas”, elogiou Vidigal, que também demonstrou entusiasmo e comprometimento com a pré-candidatura de Ciro.

“Desde a época do Brizola, nós não tínhamos o privilégio de dizer ‘Nós temos a solução para o Brasil’… Nós vamos subir e descer o morro. Onde ele pisar, nós iremos pisar juntos. E não é somente porque ele é do PDT, mas porque a sua história engrandece a história da política brasileira”, concluiu Sérgio Vidigal.

http://www.pdt.org.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.