Estudantes de Barra do Choça lançam a 3ª edição do “Jornal do Dária”

sexta-feira, 15 dezembro, 2017

Fotos: divulgação

Para divulgar informações do cotidiano da escola e do município, os estudantes do Ensino Médio noturno do Colégio Dária Viana de Queiroz, localizado em Barra do Choça, a 524 km de Salvador, no Sudoeste do Estado, criaram o “Jornal do Dária”. O periódico, resultado da oficina de produção de jornal estudantil, está em sua terceira edição e desta vez vem com 12 páginas com editorias como tecnologia e redes sociais, opinião, economia, variedades e meio ambiente, tudo produzido a partir do olhar dos estudantes sobre a realidade que vivenciam.

 

A ideia do jornal, lançado na noite desta quinta-feira (14), no pátio do colégio, foi do professor José Amorim, que também é jornalista e especialista em Educomunicação. Segundo o professor, a implantação do jornal foi uma forma de aplicar seus conhecimentos em sala de aula e estimular a escrita nos seus alunos. “É um trabalho enorme, pois tenho que produzir, editar matéria e diagramar o jornal, em um tempo muito curto, mas o resultado vale à pena quando vejo tudo pronto. A emoção deles ao ver o produto final, ter o jornal em suas mãos, ver cada foto e ler as matérias escritas por eles, é extremamente gratificante, uma sensação de dever cumprido”, relata.

A diretora da unidade escolar, Maria Aparecida Barbosa, conta que o jornal além de estimular a leitura e a escrita nos alunos, melhora o desempenho em sala de aula dos estudantes. “O jornal é um grande motivador do pensamento crítico e observador dos nossos estudantes. A partir da criação do jornal, eles buscaram ler mais, observar as coisas ao seu redor, escrevem e até participam mais das aulas. O Jornal do Dária é revolucionário, porque em uma época de redes sociais, uma escola promover o conhecimento através de um jornal impresso, é ir na contramão da tecnologia e ainda assim fazer sucesso”, comemora.

Marly Lucena, 47 anos, está concluindo o Ensino Médio e conta que voltou a estudar após 25 anos. Para Marly participar do jornal foi essencial para se dar bem nas disciplinas e com as ferramentas tecnológicas. “Minha turma ficou com um tema bem amplo, falamos sobre história do nosso país, direcionado para a ditadura militar. Pesquisamos, assistimos um vídeo na sala de aula e buscamos muitas coisas na internet. O jornal me incentivou a ler mais, a escrever e a navegar na Internet”.

Seu colega, Samuel Almeida, 19, também concluinte do Ensino Médio, fez o trabalho de editor da equipe. “O meu trabalho foi organizar o texto antes de passar para o professor. Minha turma ficou com o tema Sindicato. Conversamos com o ex-diretor, o diretor atual e alguns filiados do Sindicato dos Servidores Municipais de Barra do Choça. Foi um trabalho legal e importante para todos, porque a gente aprende muito, além de passar informações para toda a cidade, pois o jornal tem grande alcance”, explica.

http://escolas.educacao.ba.gov.br/node/27533


Eleições 2018: Lula segue na liderança, e Alckmin e Bolsonaro empatam no 2º turno

sexta-feira, 15 dezembro, 2017

Uma pesquisa DataPoder360 indica o petista como vitorioso nos dois turnos

O DataPoder360 entrevistou 2.210 pessoas com 16 anos ou mais em 177 cidades. a margem de erro é de 2,6 pontos percentuais, para mais ou para menos. Essa foi a primeira vez que esta pesquisa investigou possíveis cenários de 2º turno.

Em simulações de 1º turno, foram feitos três cenários. Lula esteve fora de um dos cenários, já que enfrenta julgamento em segunda instância em janeiro e corre o risco de ficar inelegível para 2018. Se o petista ficar fora da disputa, Bolsonaro segue líder com folga: registrou 23% e parece ter se estabilizado nesse patamar desde outubro. Sem Lula, o percentual de “não voto” (indecisos, brancos, nulos e “não sabe”) dispara e vai a 46%. Com o petista, esse “não voto” cai para 26%.

Ciro Gomes, que em outubro e novembro teve forte exposição na mídia, chegou a ter até 14% em pesquisas passadas. Agora, está com 10% no cenário sem Lula. Marina Silva pontua também 10%. Alckmin tem 7% e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) aparece com 5%.

A rejeição a “um candidato do PT” é hoje de 47%, próxima à taxa para nomes do PSDB, de 49%.
A rejeição a “um candidato do PT” é hoje de 47%, próxima à taxa para nomes do PSDB, de 49%.

Aprovação e Rejeição

O DataPoder360 perguntou ainda a opinião dos entrevistados sobre os cinco principais pré-candidatos. A questão serve para avaliar a qualidade da intenção de voto de cada, bem como a taxa de rejeição.

A maior rejeição combinada com o menor percentual de voto cristalizado é de Alckmin. Só 8% dizem que votariam “com certeza” no tucano. E 62% declaram que não votariam no representante do PSDB “de jeito nenhum”.

Lula tem 29% de eleitores que dizem que poderiam votar nele com certeza e uma rejeição de 46%. Bolsonaro, 21% de intenção de voto real e 50% de rejeição.

A rejeição a “um candidato do PT” é hoje de 47%, próxima à taxa para nomes do PSDB, de 49%.


“Adiamento da votação da reforma da Previdência é vitória dos trabalhadores”, diz Weverton Rocha

sexta-feira, 15 dezembro, 2017
Ascom deputado Weverton Rocha

O líder da bancada do PDT na Câmara Federal, deputado Weverton Rocha, considerou uma vitória da oposição e dos trabalhadores o adiamento da votação da reforma da Previdência para 2018. A decisão de pautar o tema só no próximo ano foi anunciada pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, depois de um acordo entre os presidentes da Câmara e do Senado.

“Na verdade o governo está percebendo que não tem os votos necessários para votar a reforma da Previdência, está praticamente jogando a toalha”, avaliou Weverton.

Como se trata de uma proposta de emenda à Constituição, a reforma da Previdência precisaria do voto de 308 dos 513 deputados federais para ser aprovada. O governo não conseguiu até o momento reunir esse apoio.

“Vamos manter essa mobilização em 2018”, afirmou Weverton, que considera que a reforma enviada pelo governo prejudica muito o trabalhador.

“Por essa proposta, é preciso uma idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres se aposentarem, mas mesmo que cheguem a essa idade e tenham contribuído por 15 anos, só receberão 60% do benefício. Para aposentadoria integral são necessários 40 anos de contribuição, uma meta impossível de ser alcançada para a grande maioria dos brasileiros”, criticou.

A oposição defende que o governo equilibre as contas primeiro, cobrando os grandes devedores, que juntos acumulam uma dívida de R$ 427 bilhões, e reveja as isenções e renúncias fiscais de R$ 57 bilhões. “Esses valores junto são maiores que a economia pretendida com a reforma”, explica o líder do PDT.

“O grande déficit que existe hoje é o político, é a necessidade de tirar um governo que não tem compromisso com os trabalhadores e com as bases sociais”, disse Weverton.

http://www.pdt.org.br


Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Salvador inscreve para cursos de verão

sexta-feira, 15 dezembro, 2017

Os estudantes da rede estadual de Salvador vão poder aproveitar as férias com muito aprendizado e diversão. Estão abertas, até o dia 8 de janeiro, as inscrições para os cursos de verão do Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Salvador, localizado no Colégio Central, em Nazaré. Ao total são 200 vagas divididas em cinco cursos disponíveis: Robótica, Piloto Virtual, Corpos – oficina de educação corporal, Desafio da Escrita e Garagem de Aplicativos. As aulas acontecerão entre os dias 8 e 19 de janeiro e serão realizados nos turnos matutino e vespertino.

Para participar, os alunos devem se dirigir à sede do CJCC, no prazo da inscrição, das 8h às 20h, e apresentar a Carteira de Identidade (RG), CPF, comprovante de residência e comprovante da renovação da matrícula. “A metodologia dos cursos de verão são as mesmas realizadas durante o ano, porém como acontecem em duas semanas priorizamos uma didática mais prática”, destacou o diretor do CJCC Salvador, Alcides Magalhães.

Sobre o CJCC – O CJCC é uma iniciativa da Secretaria de Educação do Estado da Bahia para promover a ampliação da jornada escolar e a diversificação do currículo dos estudantes. As atividades são feitas de forma lúdica em ambientes interativos. Atualmente, a rede estadual conta com cinco unidades em Salvador, Senhor do Bonfim, Vitória da Conquista, Barreiras e Itabuna.

Confira as oficinas de verão oferecidas no CJCC Salvador:
– Piloto Virtual (20 vagas matutino e 20 vagas vespertino/ carga horária: 12h)
– Robótica (20 vagas matutino e 20 vagas vespertino/ carga horária: 16h)
– Corpos (20 vagas matutino e 20 vagas vespertino/ carga horária: 16h)
– Desafio da Escrita (20 vagas matutino e 20 vagas vespertino/ carga horária: 16h)
– Garagem de Aplicativos (20 vagas matutino e 20 vagas vespertino/ carga horária: 16h)

http://estudantes.educacao.ba.gov.br/noticias/centro-juvenil-de-ciencia-e-cultura-de-salvador-inscreve-para-cursos-de-verao


Governo Trump abole princípio da neutralidade da rede

sexta-feira, 15 dezembro, 2017

Decisão favorece provedores e empresas de telecomunicações

Herança do democrata Barack Obama e em vigor desde 2015, esse princípio é defendido por usuários e companhias de tecnologia como a única forma de garantir o livre acesso a informações na internet.

Na prática, a comissão anulou a classificação da internet banda larga como “serviço de utilidade pública”, o que tira das empresas de telecomunicações a obrigação de respeitar a neutralidade da rede. A nova norma deve entrar em vigor 60 dias depois de sua publicação.

“A internet enriqueceu nossa vida, e o que ela permitiu? O livre mercado, uma abordagem suave em relação às regras que beneficiou os consumidores. Voltemos às normas que governaram a internet por anos”, justificou o presidente da comissão, Ajit Pai, nomeado pelo republicano Donald Trump.

Princípio da neutralidade na internet era herança do governo do democrata Barack Obama
Princípio da neutralidade na internet era herança do governo do democrata Barack Obama

As únicas que votaram contra a abolição da neutralidade da rede foram as duas membros democratas do colegiado, Mignon Clyburn e Jessica Rosenworcel. “A internet é uma das invenções mais poderosas de nossa história, e colocar os interesses das grandes empresas sobre os dos consumidores não é correto”, disse Clyburn.

A decisão desta quinta gerou protestos de empresas de tecnologia e deve ser apenas o início de uma batalha nos tribunais. O procurador de Nova York, Eric Schneiderman, já anunciou que entrará na Justiça contra a abolição da neutralidade da rede.

“Estamos decepcionados”, diz um comunicado do serviço de streaming Netflix, que teme ser boicotado por provedores e operadores de internet. Com a mudança, empresas que fornecem conexão à web podem trafegar os dados de qualquer site com velocidade mais baixa, prejudicando a qualidade do serviço. Além disso, provedores passam a ter caminho livre para bloquear determinados conteúdos.

A FCC garante que exigirá transparência das empresas de telecomunicações sobre sua forma de gerenciar a rede.