Estado ofertará mais de 112 mil vagas de Educação Profissional e Tecnológica em 2018

segunda-feira, 8 janeiro, 2018

 
A Secretaria da Educação do Estado ofertará 112.528 vagas da Educação Profissional e Tecnológica no Ano Letivo de 2018, em diferentes formas de articulação, para 66 cursos técnicos de nível médio, em 142 municípios de todos os 27 Territórios de Identidade da Bahia. Só para o primeiro ano do Ensino Médio Integrado com a Educação Profissional (EPI) são 51.794 vagas, conforme portaria divulgada, neste sábado (6), no Diário Oficial do Estado. Para esta modalidade, a oferta contempla 142 municípios, sendo que em 40 cidades a oferta será realizada pela primeira vez neste ano letivo.
A rede estadual de EPT conta, atualmente, com 72 Centros (34 Centros Territoriais e 38 Centros Estaduais de Educação Profissional), além de quatro unidades exclusivas de Educação Profissional e Tecnológica. O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, falou sobre a evolução da oferta e da qualidade pedagógica dos cursos.
“A ampliação da oferta da Educação Profissional e Tecnológica foi um compromisso de campanha assumido pelo governador Rui Costa. Chegaremos, em 2018, com 112 mil vagas ofertadas, em 66 cursos. Aliado a isso, temos buscado parceria com diferentes instituições para fortalecer o eixo pedagógico e novos cursos que dialoguem com o território e principalmente que oportunizem os estudantes a desenvolverem o olhar para o empreendedorismo”, afirmou, ao destacar que outras políticas públicas vêm sendo adotadas pelo governo do Estado beneficiando a juventude baiana como os programas Primeiro Emprego, o Mais Futuro e Partiu Estágio.
Matrícula – Os Centros Estaduais e Territoriais de Educação Profissional e as unidades compartilhadas que ofertam os cursos técnicos de nível médio irão  realizar a matrícula dos estudantes de acordo com o calendário da Secretaria da Educação do Estado, no período de 16 a 29 de janeiro, disponível no Portal da Educação. As aulas serão iniciadas no dia 19 de fevereiro de 2018.
Forma de Articulação
Oferta Inicial 2018. 1S
(Prévia 2018.2S)
EPI
22.221
Concomitante
1.120
PROEJA Médio
10.307
PROSUB
18.146
Totalizante
51.794
>> Números da oferta da Educação Profissional:
• 40 novos Municípios atendidos com EP; (Itaguaçu da Bahia, Mirante, Lapão, Muquém do São Francisco, Ibitiara, Itaetê, Lençóis, Nova Redenção, Conceição do Coité, Itiúba, Teofilândia, Ibicuí, Nova Canaã, Laje, Campo Alegre de Lourdes, Canudos, Buritirama, Rio do Pires, Iuiu, Rio do Antonio, Tapiramutá, Nova Fátima, Pé de Serra, Água Fria, Santa Bárbara, Conceição do Almeida, Aiquara, Ibirataia, Nova Ibiá, Ubatã, Santana, Serra Dourada, Itaparica, Pojuca, Guaratinga, São Félix, São Gonçalo, Itajuípe, Castro Alves e Igaporã).
• 66 cursos com vagas de 1º ano / Módulo I;
• 217 Unidades Escolares atendidas sendo que, destas, 55 iniciarão a oferta de cursos técnicos em 2018;
• 72 Centros de Educação Profissional e 4 Unidades exclusivas de Educação Profissional

http://institucional.educacao.ba.gov.br/noticias/estado-ofertara-mais-de-112-mil-vagas-de-educacao-profissional-e-tecnologica-em-2018

 

BAHIA: Félix Mendonça foi o baiano mais assíduo nas comissões em 2017

Foto: Divulgação

Félix Mendonça Júnior foi o mais assíduo nas comissões entre os baianos, com apenas 2,1% de faltas nas 237 reuniões de nove colegiados

Terceiro colocado entre os mais presentes nas sessões da Câmara em 2017, Félix Mendonça Júnior foi o mais assíduo nas comissões entre os baianos, com apenas 2,1% de faltas nas 237 reuniões de nove colegiados. Nelson Pelegrino (PT) não compareceu a 5,8% dos encontros e ocupa a segunda posição, seguido por Davidson Magalhães (PCdoB), com 6,8%. Jorge Solla (PT), com 11,8% de faltas, e Paulo Magalhães (PSD), com 12,3%, completam a lista dos cinco mais assíduos entre os deputados da Bahia nos colegiados.

Política Livre