CPM Cajazeiras é o segundo colégio mais disputado em sorteio eletrônico

sexta-feira, 12 janeiro, 2018

Fotos: Gabriel Carvalho Ascom/Educação

Recém construído, o Colégio da Polícia Militar em Cajazeiras superou expectativas e foi o segundo mais disputado no sorteio eletrônico realizado na manhã desta sexta-feira (12), no Instituto Anísio Teixeira (IAT) com a presença do secretário da educação, Walter Pinheiro.

A solenidade começou pontualmente às 9h com a chegada de pais e filhos que vieram acompanhar de perto e torcer pela tão sonhada vaga no Colégio da Polícia Militar. O senhor Wagner Raimundo Souza chegou cedo para o sorteio e no final saiu comemorando a conquista da vaga para o neto Lucca Rafael Vilela, de 2 anos, que foi contemplado e irá frequentar a creche Nossa Senhora das Graças, na Vila Policial Militar do Bonfim. “É uma grande conquista para nós, pois sabemos da qualidade do ensino, seriedade e compromisso da PMBA com a educação Baiana. Entrar na instituição é sinônimo de que nossos filhos serão bem educados e disciplinados” comemorou.
 
Fotos: Gabriel Carvalho Ascom/Educação
Ao todo foram 38.002 candidatos inscritos para um total de 2.694 vagas para os Colégios Militares no interior e em Salvador e 7.816 inscritos para 32 vagas do Centro Municipal de Educação Infantil – Nossa Senhora das Graças. O novo CPM Cajazeiras disponibilizou 330 vagas para os novos alunos.
O diretor de ensino do Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) da Polícia Militar, coronel Sérgio Baqueiro, presidiu a comissão estratégica responsável pelo sorteio eletrônico e comentou como funciona este processo. “Temos um setor de modernidade que trabalha exclusivamente com o sistema de sorteio, com simulação e mecanismos de amostragem. O processo é totalmente imparcial, garantindo igualdade para todos os candidatos, seja ele filho de policial ou não” afirmou.
Anúncio – Após a conclusão do resultado das vagas o Secretário de Educação do Estado, Walter Pinheiro fez um pronunciamento enaltecendo a estrutura e qualidade do ensino do Colégio Militar. “O CPM é uma instituição que tem a mesma direção pedagógica adotada nas outras escolas públicas e vem trazendo ótimos resultados como no último Enem realizado, onde entre dez colégios estaduais mais bem colocados na prova, nove deles eram da Polícia Militar” afirmou.
Além disso, o secretário anunciou que em 2019 o governo do Estado deverá investir na ampliação do CPM Cajazeiras, que teve uma grande procura de vagas, perdendo apenas para o tradicional CPM Dendezeiros e ficando á frente do CPM Feira de Santana. “Tivemos uma grande procura em Cajazeiras e com certeza iremos trabalhar para ampliar o número de vagas, garantindo um ensino de qualidade para a região”, explicou.
Ainda segundo o superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação do Estado, Ney Jorge Campello, “outra novidade relativa aos estudantes dos Colégios da Polícia Militar é de que eles já iniciarão 2018 com uma nova arquitetura curricular, já à luz da lei da reforma do ensino médio, a Lei 3.415, que está dividida em itinerários, de modo que o aluno terá maior flexibilidade de acordo com a sua vocação e interesse a escolher áreas de concentração diferentes, que pode ser Matemática, Linguagens, Ciências Humanas ou Ciências Naturais. Essa é uma novidade porque a Bahia se antecipa ao processo da reforma que está prevista para a sua efetiva implementação a partir de 2020. No entanto, a rede CPM, em função dos bons resultados que vem colhendo junto com a Superintendência de Políticas para a Educação Básica já desenvolveu uma configuração curricular para começar a testar em 2018. Foram 38.129 inscritos para 2018, um acréscimo de, aproximadamente, 19% em relação 2017, quando foram 32.007 inscritos”, ressaltou.