Beija-Flor conquista seu 15º título no Carnaval carioca

“Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu” foi enredo

A campeã Beija-Flor aproveitou os 200 anos do romance “Frankenstein”, de Mary Shelley, para fazer um paralelo com as mazelas brasileiras. O enredo fez uma extensa crítica à sociedade brasileira, incluindo o campo político e a intolerância religiosa.

Escola desfilou com o enredo "Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu"

Escola desfilou com o enredo “Monstro é aquele que não sabe amar. Os filhos abandonados da pátria que os pariu”

 

Tuiuti volta a ganhar as redes sociais com vice-campeonato

No Twitter, um dos temas mais comentados nesta quarta-feira (14) era a hashtag #TuiutiCampeãDoPovo”.

Uma das agremiações mais elogiadas no Grupo Especial do Carnaval carioca, a Tuiuti levou para a Avenida o enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, do carnavalesco Jack Vasconcelos. A escola de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio, trouxe uma polêmica e comentada representação do presidente Michel Temer como o “Vampiro do Neoliberalismo”. A Tuiuti também representou os paneleiros que pediram o impeachment da presidente Dilma Rousseff como fantoches manipulados.

>> Beija-Flor encerra desfile com monstros e críticas à corrupção e à desigualdade

Paraíso do Tuiuti fala de escravidão e levanta o público

>> Neguinho da Beija-Flor diz que resultado no Rio valorizou enredos críticos

>> Viradouro ganha título e volta ao grupo especial do carnaval do Rio de Janeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.