Candidatos recebem cartões de identificação para o concurso público da Educação

sexta-feira, 16 fevereiro, 2018

Os cartões de identificação dos candidatos inscritos no concurso público para professor e coordenador pedagógico da rede estadual de ensino já estão disponíveis. O documento com os locais onde serão realizadas as provas, no dia 25 de fevereiro, foi encaminhado para o e-mail cadastrado no formulário de inscrição e, também, pode ser visualizado no portal da Fundação Carlos Chagas. No documento, será possível visualizar o número da inscrição, endereço onde a prova será aplicada, o horário, a data e o número da sala. O concurso, promovido pelas secretarias estaduais da Educação e da Administração (SAEB), oferece 3.760 vagas, sendo 3.096 para professores e 664 para coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino.
Ao todo foram inscritos 103,5 mil candidatos. Os portões serão abertos às 8h30 e fechados às 9h (horário local). As provas terão duração de 4h30 para candidatos ao cargo professor e de 3h30 para coordenador pedagógico. O candidato deverá comparecer ao local munido de caneta esferográfica de material transparente de tinta preta ou azul.
As provas serão aplicadas nas cidades de Alagoinhas, Amargosa, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Caetité, Eunápolis, Feira de Santana, Guanambi, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jacobina, Juazeiro, Jequié, Macaúbas, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Salvador, Santa Maria da Vitória, Seabra, Serrinha, Santo Antônio de Jesus, Senhor do Bonfim, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista, conforme opção indicada pelo candidato no ato da inscrição.
Somente será admitido à sala de provas o candidato que estiver devidamente portando documento de identidade original, que legalmente o identifique, como: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por órgãos públicos ou conselhos de classe que, por força de Lei Federal, valham como documento de identidade. É importante levar, também, o cartão de identificação no dia das provas, pois ele contém dados necessários para melhor orientação do candidato.
Provas – O concurso contará com três etapas: provas objetiva, discursiva e de títulos (com previsão para abril de 2018). As vagas para professor são nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia, sendo exigida formação específica e diploma concedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para coordenador pedagógico é exigida formação em Pedagogia, também com reconhecimento do MEC. Em todos os casos, a carga horária semanal é de 40 horas.

Previdência não será votada na semana que vem, afirma Rodrigo Maia

sexta-feira, 16 fevereiro, 2018
Jornal do Brasil

O presidente do Congresso, Eunício Oliveira, tem 24 horas para convocar a sessão que analisará o decreto. Com isso, a Câmara e o Senado estarão dedicados a esta questão. Além disso, a Constituição prevê que nenhuma emenda seja analisada durante intervenção federal. “Não é razoável na segunda ou terça aprovar um decreto, e na quarta suspendê-lo [para aprovar a Reforma]. Isso inviabiliza a próxima semana”, disse Maia.

>> O presidente Michel Temer determinou a intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Você é contra ou a favor?

Contudo, Maia reforça que não sabe ainda os detalhes do decreto e que, por isso, as possibilidades ainda estão em análise. O decreto está sendo redigido pela Secretaria de Assuntos Jurídicos da Presidência, e deverá ser anunciado às 13 horas desta sexta-feira, pelo presidente Michel Temer, em cerimônia de assinatura pública.

Previdência não será votada na semana que vem, afirma Rodrigo Maia
Previdência não será votada na semana que vem, afirma Rodrigo Maia

A reunião que decidiu pela intervenção federal foi realizada no Palácio da Alvorada e só terminou à meia-noite. Segundo assessores de Temer, inicialmente estavam presentes o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sergio Etchegoyen, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e o ministro da Secretaria-Geral, Moreira Franco. Mais tarde, foram chamados os presidentes do Senado, Eunício Oliveira, e da Câmara, Rodrigo Maia.

Maia era inicialmente contra a intervenção e ficou bastante irritado por ter sido comunicado da decisão do presidente somente quando chegou à reunião, já depois dos demais convidados. “Quando eu fui chamado [à reunião] já tinha um plano montado”, afirmou. A ideia é que a ação dure até dezembro.


homenagem publicada do jornal A TARDE DE CARNAVAL

sexta-feira, 16 fevereiro, 2018

 

Ao jurista Taurino Araújo, “agô mojubá”!

 

Oluwo Luciano Almeida Alves*

 

Através dos quatro elementos, sonho, ousadia, planejamento e serviço para diminuir a desigualdade social difícil de ser detectada pelos que se consideram “iguais” conforme Nelson Cerqueira. Segundo ele, o paradigma da “igualdade” antes gravitava em torno de Sócrates, Platão e Aristóteles e, agora, através da desdiferenciação proposta por Taurino Araújo, CBJM, é uma nova introdução às ciências jurídicas e sociais.

Hermenêutica da desigualdade é inclusão em face da consideração total da diferença. Taurino já integrava a “Epopeia Crioula” e as mitologias futuras como quis o ministro Washington Trindade, em 2011. Através de Taurino “temos que ser tudo, mas antes temos que ser nós, entendeu?”, lembra dona Solange Paula por intermédio de João Ubaldo Ribeiro. Tema para doutorado e para samba-enredo arremata Agenor Sampaio Neto.

Seguindo a tradição persa, tomei um porre de felicidade para assim alcançar a simplicidade de um dos maiores pensadores do nosso tempo. Lúcido, e seguindo a tradição do CPF e do matriarcado, constato: Taurino Araújo Neto, 25/12/1968, filho de Rita Freitas de Oliveira (12 e 5). Reverbera em todos os cantos a sua voz vibrante e compassada em ternário: valsa “três pra lá, três pra cá”. São  duelos a favor da justiça, muitos olhos e Orientes, decifração de dizeres, sabedorias e Áfricas…

Beleza, riqueza, fama (Oxum, 5) e discernimento para acolher com naturalidade a matriz do Povo de Santo, pois diferenças sempre houve, mas devem ser uma a uma contempladas. Taurino não pratica o nosso culto, mas a força e a empatia de seu axé já se encontram inscritas  ao lado Jorge Amado (CBJM, obá de Xangô, 12) no panteão dos Beneméritos da Liberdade e da Justiça Social. Salvador da Bahia de Todos os Santos, 1º de novembro de 2016 (=12). A sua Tese fala sobre corrigir caminhos e sempre praticar a justiça com amorosidade, enxergando excluídos e atribuindo-lhes lugar. Marquês de Sapucaí?! Quem viver verá! Letra e música de Walter Queiroz: Agô Taurino Araújo, Xangô Vivo no colo de Oxum! Mojubá!

A TARDE,  Caderno A2, 13 DE FEVEREIRO DE 2018

*Músico, empresário do entretenimento, sacerdote de Ifá. luciustecno@hotmail.com


Governo Temer decide fazer intervenção de segurança no Rio

sexta-feira, 16 fevereiro, 2018
Agência ANSA

O presidente Michel Temer deve decretar uma intervenção na segurança pública do estado do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (16), informou o presidente do Senado, Eunício Oliveira.

Com a medida, serão as Forças Armadas as responsáveis pelo comando tanto da Polícia Militar como da Polícia Civil. Assim que o decreto for publicado pelo presidente, ele deve ser encaminhado pelo Congresso Nacional, em até 10 dias, que precisa aprovar ou rejeitar a decisão.

Conforme informações de fontes do governo, a decisão teve a concordância do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, e foi aprovada durante uma reunião emergencial no Palácio da Alvorada na noite desta quinta-feira (15).

O interventor seria o general Walter Braga Neto que, na prática, substitui Pezão na área de segurança pública do estado.

O estado do Rio de Janeiro vê a crise na segurança se agravar dia após dia, tanto por parte da população civil, vítima do fogo cruzado entre bandidos e policiais, como nas próprias corporações, que somaram mais de 100 mortos no ano passado.

Segundo a Constituição brasileira, no caso de uma intervenção federal em qualquer estado, nenhuma medida poderá alterar a Carta Magna do país. Ou seja, se realmente entrar em vigor, a desejada reforma da Previdência de Temer poderá ficar fora da pauta. A votação estava marcada para a próxima semana. (ANSA)


Uesc publica edital de Concurso Público para os cargos de Analista e Técnico Universitários

sexta-feira, 16 fevereiro, 2018

O Concurso Público de Provas e Títulos destina-se ao provimento de 08 (oito) cargos de Analista Universitário e 24 (vinte e quatro) de Técnico Universitário e formação de Cadastro Reserva do Quadro de Pessoal Permanente desta Universidade.
Os cargos são reservados a candidatos portadores de diplomas de graduação (Analista Universitário) e portadores de certificado de conclusão do Ensino Médio (Técnico Universitário), de acordo com a formação exigida no Quadro de Vagas e Área de Atuação.
O Concurso será realizado sob a responsabilidade da CONSULTEC – Consultoria em Projetos Educacionais e Concursos Ltda., conforme Contrato nº 017/2018, publicado em 30/01/2018, com a supervisão da Comissão do Concurso instituída pela Uesc.
>> Para maiores informações, consulte o edital.