Em nota, PT diz que julgamento no TSE é ‘mais uma discriminação contra Lula’

sexta-feira, 31 agosto, 2018

Jornal do Brasil

O Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou uma nota nesta sexta-feira (31) criticando a velocidade da tramitação do julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do registro e da impugnação da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O julgamento acontece nesta sexta-feira, em sessão extraordinária, no mesmo dia em que a propaganda eleitoral gratuita teve início.

Macaque in the trees
Defesa do ex-presidente pede respeito a compromissos internacionais de defesa dos direitos humanos (Foto: AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA)

Veja a nota:

“Ao incluir de última hora, na pauta da sessão extraordinária desta sexta (31), o julgamento do registro do candidato Lula, o Tribunal Superior Eleitoral comete mais uma violência judicial contra Lula e o povo que quer elegê-lo presidente.

O julgamento feito às pressas passa por cima de ritos previstos na lei, como as alegações finais, diferentemente do que ocorreu com outras candidaturas impugnadas (questionadas), como as de Geraldo Alckmin e Jair Bolsonaro, baluartes do golpe do impeachment.

A defesa de Lula, protocolada ontem à noite, tem cerca de 200 páginas contendo provas e argumentos que certamente não foram lidos com a devida atenção pelos ministros, dada a evidente falta de tempo para tal.

Setores do Judiciário brasileiro vêm tratando Lula de forma parcial e discriminatória, inclusive nas cortes superiores. Contra ele, tudo se torna possível, até os mais flagrantes atropelos ao direito de defesa, às normas processuais, à Constituição.

Lula tem direito de ser candidato, conforme a lei brasileira e por determinação do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que o estado brasileiro tem de cumprir. O povo brasileiro tem o direito de votar em que melhor o representa. E o Judiciário tem de fazer valer esses direitos.

Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT”


PIB do 2º trimestre 2018 sobe 0,2% ante 1º trimestre 2018

sexta-feira, 31 agosto, 2018

Jornal do Brasil

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,2% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre deste ano, informou nesta sexta-feira, 31, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas consultados pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde um recuo de 0,62% a crescimento de 0,50%, que resultou em mediana de +0,1%.

Na comparação com o segundo trimestre de 2017, o PIB avançou 1,0% no segundo trimestre deste ano. O resultado ficou dentro das estimavas dos analistas, que previam expansão entre 0,64% e 1,50%, com mediana de 1,10%.

Ainda segundo o instituto, o PIB do segundo trimestre do ano totalizou R$ R$ 1,693 trilhão.

Indústria

O PIB da indústria caiu 0,6% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, o PIB da indústria mostrou alta de 1,2%.

Agropecuária

O PIB da agropecuária ficou estável (0,0%) no segundo trimestre contra o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, o PIB da agropecuária mostrou queda de 0,4%.

Serviços

O PIB de serviços subiu 0,3% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018.

Na comparação com o segundo trimestre de 2017, o PIB de serviços mostrou alta de 1,2%.

Consumo das famílias

O consumo das famílias subiu 0,1% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, o consumo das famílias mostrou alta de 1,7%.

O consumo do governo, por sua vez, subiu 0,5% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, o consumo do governo mostrou alta de 0,1%.

FBCF

A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) caiu 1,8% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, a FBCF mostrou alta de 3,7%.

Revisão

O IBGE revisou o PIB do primeiro trimestre de 2018 ante o quarto trimestre de 2017, que passou de alta de 0,4% para aumento de 0,1%. O órgão também revisou a taxa do PIB do quarto trimestre de 2017 ante o terceiro trimestre de 2017, de 0,2% para estabilidade (0,0%).

A taxa do terceiro trimestre de 2017 ante o segundo trimestre de 2017 foi revista de 0,3% para 0,6%, enquanto o resultado do segundo trimestre de 2017 ante o primeiro trimestre de 2017 passou de 0,6% para 0,4%.


Em visita à Unicamp, Ciro reforça a necessidade de investir maciçamente em Educação

sexta-feira, 31 agosto, 2018

O candidato do PDT à Presidência da República Ciro Gomes visitou hoje o Laboratório de Genômica e Proteômica da Universidade de Campinas (Unicamp), interior de São Paulo. Acompanhado do Professor Gonçalo e de Antônio Neto, candidato ao Senado, o presidenciável conheceu o laboratório e ouviu mais sobre biocombustíveis, e conversou com os alunos, professores e pesquisadores da instituição.

Ciro reforçou a importância da Unicamp para a sociedade brasileira e falou acerca da necessidade de investimento maciço em educação, tecnologia, pesquisa e inovação para alavancar o País.

O investimento em educação, inclusive, está entre as 12 diretrizes do programa do Ciro.

http://www.pdt.org.br