“Ele fala pelo PT baiano e eu falo pelo PR nacional”, diz José Rocha após Anunciação criticar apoio a Bolsonaro

sexta-feira, 7 dezembro, 2018
[“Ele fala pelo PT baiano e eu falo pelo PR nacional”, diz José Rocha após Anunciação criticar apoio a Bolsonaro]

07 de Dezembro de 2018 às 08:43 Por: Arquivo BNews Por: Guilherme Reis0comentários

O deputado federal José Rocha (PR-BA) rebateu o presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, que se manifestou nesta quinta-feira (06) sobre a adesão do PR ao presidente eleitor Jair Bolsonaro (PSL). Segundo o petista, os partidos têm autonomia, mas “ele [Zé Rocha] acreditar que Bolsonaro vai fazer política de recuperação da economia com distribuição de renda é acreditar em Papai Noel”.

“Ele fala pelo PT baiano e eu falo pelo PR nacional”, disse Rocha, que é líder do PR na Câmara, ao BNews, na manhã desta sexta-feira (07).

Questionado sobre a camiseta do Vitória com a qual presenteou Bolsonaro, o republicano disse que o ato ocorreu em um momento de descontração. “O PR foi o primeiro partido a oferecer apoio a Bolsonaro – ele solicitou o apoio – por entender que as propostas são de interesse nacional. Os projetos que forem importantes para o país vamos apoiar. E em relação à camisa do Vitória, foi um momento importante, de descontração, ele disse que poderia convidá-lo para um jogo”, afirmou.

Rocha também criticou o presidente do time, Ricardo Davi, que teria se negado a lhe dar uma camiseta. “Pedi a camisa ao presidente do Vitória e ele negou. E eu tive que comprar”, lamentou-se.

Do Bocão News

Nosso comentário:

Confesso que tenho dificuldade de entender o “vocabulez” de alguns desses representantes, graduados, da política baiana. Para o “Aurélio”  Autonomia é a qualidade de ter independência, de ter a liberdade para tomar decisões, de ter responsabilidade sobre seus próprios atos, de ter autossuficiência. Me questiono, qual foi a parte, sobre autonomia, que o Everaldo não entendeu.


RECESSÃO?: IPCA cai 0,21% em novembro, diz IBGE

sexta-feira, 7 dezembro, 2018

Resultado foi o menor desde junho de 2017, quando o índice ficou em -0,23%.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)  teve variação negativa de 0,21% em novembro, após alta de 0,45% em outubro. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (7), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IPCA mede a inflação oficial do país.

O resultado foi o menor desde julho de 2017, quando houve queda de 0,23%. Se avaliados apenas os meses de novembro, o resultado foi o menor desde o início do Plano Real, em 1994.

Em 12 meses, a inflação acumula 4,05%, enquanto a taxa acumulada de 2018 – de janeiro a novembro – soma 3,59%. Em novembro do ano passado, o IPCA teve alta de 0,28%, enquanto em outubro de 2018, houve aumento de 0,45%.

Com Agencia Brasil