Convite

terça-feira, 22 janeiro, 2019

 

BRIZOLA VIVE E COMPLETA 97 ANOS

 

No ano do centenário da independência do Brasil, em 22 de janeiro de 1922, nasceu em Cruzinha, município de Carazinho (RS), o menino Itagiba, que aos 14 anos optou por chamar-se de Leonel, em homenagem ao Gen. Leonel Rocha, comandante da revolução de 1923, em que seu pai foi assassinado. Jornaleiro, engraxate, carregador de malas, fez o curso de Técnico Agrícola em Viamão e formou-se em Engenharia Civil pela UFRS. Em 1945, ao lado de Getúlio e Jango ajudou a fundar o PTB. Eleito duas vezes Deputado Estadual, Deputado Federal, Prefeito de Porto Alegre, aos 33 anos de idade e Governador do Estado aos 37 anos, tornou-se o grande Leonel de Moura Brizola, o maior nacionalista do Brasil, em 1959, ao encampar a Bond and Share, companhia de energia elétrica e a ITT de telefone, um ano depois. Em 1961, através de companha de legalidade, assegurou a posse do vice João Goulart. Em 1962 um terço dos cariocas o elegeram Deputado Federal. Cassado, em 1964, passou 15 anos no exilio. Na volta, em 1980, fundou o PDT e, em 1982, foi eleito Governador do Rio de Janeiro, único brasileiro que governou dois estados distintos. Em 1989 concorreu à Presidência da República, infelizmente ficou em 3º lugar, pois se eleito, teria feito a verdadeira independência política e econômica do Brasil. Rendemos, nesta data, ao nosso eterno líder e herói e também Herói da Pátria, as homenagens dos (as) trabalhistas de todas as gerações.

 

 

 

Salvador, 22 de janeiro de 2019

Hari Alexandre Brust

Membro da Executiva Estadual do PDT e Presidente da Executiva Municipal de Salvador