O BARCO DAS IAÔS

O rito da iniciação constitui o primeiro e decisivo momento da integração das pessoas no candomblé e estabelece uma relação permanente que é a própria essência da organização social do grupo. A iniciação, em suas várias formas, além dos aspectos psicológicos que envolve, por ser o meio pelo qual as pessoas se identificam com seus orixás, provê, ainda, o mecanismo de agregação no grupo em que se poderá, eventualmente, atingir a completa hierarquias dirigentes.

Sempre que a vontade dos orixás se exprime com a ordem da feitura do santo numa determinada pessoa, esta deve submeter-se ao primeiro dos ritos integratórios, que é a “lavagem de contas”, o que faz da pessoa um noviço e, na linguagem de santo uma abiã ou aspirante. O abiã usará as contas do seu orixá “lavadas” pela mãe de santo do terreiro e participará dos trabalhos da casa onde aprende o comportamento ritual que mais tarde lhe será mais estritamente imposto. Nesse processo de socialização religiosa, os abiãs podem permanecer por tempo indeterminado, a depender da “vontade do santo”, sempre manifestada pela palavra da mãe de santo do terreiro e de fatores de ordem sobretudo econômica. Muitas vezes o abiã continua por longos anos ou por toda a vida sem maiores compromissos rituais com o terreiro em que lavou suas contas e seu orixá “se contenta” com essa primeira e única obrigação.

Devo citar aqui uma nota extraída da entrevista com um informante, M.N., grande conhecedor da doutrina e do ritual de candomblé.

 

                  Abiã e a pessoa que já faz parte de um axé mas que ainda não é feito de santo. Tanto

                  pode ser  sentado com muito fundamento como também de simples contas levadas.

                  A abiã tem obrigação estar sempre no axé, trabalhando e ensaiando as danças. Leva

                  O nome de aspirante e em alguns lugares é tratada como escrava. Existem as eternas

                  Abiãs. Pelo fato de não terem necessidade de ter a cabeça raspada, mas que tem     o

                  Santo sentado com bicho de quatro pés e já passou pela camarinha. Enquanto       as

                  Aspirantes ficam na sua provação até o feitio do santo.

 

A linguagem saborosa e dialetal desse zeloso filho de Ogum será apreciada ainda mais vezes neste trabalho. Sua definição de abiã me parece completa e coloca a aspirante na condição mais humilde de estratificação do grupo. Mas já aí, nessa categoria, notam-se dois subtipos hierárquicos: abiã de “simples contas lavadas” e de santo “sentado com muito fundamento”, e essa distinção influirá certamente no status de abiã, em seu estágio pré –iniciático  no terreiro.

*****

Decidida a iniciação plena, cabe ainda ao chefe do terreiro determinar a data do inicio da obrigação, que pode ser individual ou coletiva. E a palavra obrigação, usada pelo povo de santo, define o compromisso, compulsório quase, da submissão à ordem dos santos. Essa fase da iniciação se caracteriza de “barco”. O termo parece de origem fon, mas não deve ser traduzido, ou entendido, como sinônimo de embarcação ou navio, pela sua homofonia com o termo da linguagem de santo, embora assim pensem alguns autores. De toda maneira, é o valor semântico que mais interessa ao espirito dessa análise e, portanto, barco significa, aqui, o grupo de iniciação formado pelos aspirantes de um terreiro, embora o sentido metafórico possa ser não ignorado.

A importância dos barcos na estratificação dos candomblés é considerável, pois é na própria ordenação ou arrumação dos noviços para os ritos subsequentes da iniciação que começa a prevalecer o princípio da senioridade, tão importante na organização do candomblé.

 

Foto: Google

 

Texto extraído da Obra de Vivaldo da Costa Lima, A FAMÍLIA DE SANTO NOS CANDOBLÉS JEJES-NAGÔS DA BAHIA, UM ESTUDO DE RELAÇÕES INTRAGRUPAIS,  publicado em 2003 pela editora Currupio de  Salvador.

Leia no próximo sábado, 16/03/18: O PRINCIPIO DA SENIORIDADE

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.