Vovô do Ilê ventila candidatura à prefeitura de Salvador pelo PDT

quinta-feira, 1 agosto, 2019

Vovô do Ilê ventila candidatura à prefeitura de Salvador pelo PDT

Foto: Reprodução / Youtube

Presidente e fundador do mais importante bloco afro do país, Vovô do Ilê manifestou interesse em concorrer à prefeitura de Salvador pelo PDT. O expoente do movimento negro declarou que pode disputar do pleito do próximo ano pelo PDT durante o lançamento da cartilha de Abdias do Nascimento, na sede do Ilê, na última segunda-feira (29).

“Estou me colocando como candidato para que a gente não esqueça de uma campanha muito maior, a ‘Eu quero ela. Quero o poder desta cidade bela'”, disse Vovô, de acordo com coluna publicada no jornal Tribuna da Bahia.

Vovô ainda fez referência ao mote que lançou, ainda em 2006, com o objetivo de chamar a atenção para o fato de que a capital baiana precisa de uma liderança que represente o povo negro, também o mais pobre. “Salvador é uma cidade negra, mas que continua com o poder branco”, declara. A cidade tem 82% da sua população negra.

Por sua vez, o presidente do PDT em Salvador, Alexandre Brust, ventilou a candidatura do deputado federal Félix Mendonça Jr à prefeitura de Salvador nas eleições municipais de outubro de 2020 (saiba mais aqui).

Bahia Noticias.

Nosso comentário:

Com o lançamento da pré – candidatura de Vovô do Ilê pelo Movimento Negro do PDT o partido confirma a intenção de não participar de qualquer projeto de aliança com os partidos de centro esquerda para as eleições de 2020 em Salvador. Além disso, demonstra que o movimento negro trabalhista quer retomar o protagonismo e a expressão que teve na década de 1990. Em 1994 contra todo tipo de pressão as lideranças desse movimento lançaram a candidatura do negro e engenheiro químico Ivan Carvalho contrariando a direção do PDT na Bahia, mas com o respaldo da direção nacional da legenda. Carvalho, que faleceu recentemente, obteve 168 mil votos.

Em 1996, o movimento negro pedetista rompeu com a direção estadual. O presidente da legenda, na época, Coriolano Sales era contra a candidatura própria para as eleições de Salvador daquele ano. Como resultado da disputa interna o movimento impôs o nome do negro e também engenheiro da Petrobrás Jorge Gomes na chapa encabeçada por Domingos Leoneli (PSDB). Gomes foi eleito vereador pelo PDT em 2000.

Claro que o cenário político de hoje é muito mais complexo e confuso nacionalmente. Contudo, o fato do PDT ter um projeto de poder próprio, com Ciro Gomes já lançado como candidato a presidente não será obstáculo a candidatura de Vovô. Assim como não deve ser levado a sério a candidatura de Félix Mendonça defendida pelo presidente PDT de Salvador. Como se trata de eleição em capital o apito do dois é mudo. A última palavra é da Executiva Nacional da legenda, o que pode favorecer Vovô do Ilê.

A dificuldade real de Vovô do Ilê será, portanto, o próprio movimento negro de Salvador que também tem outros nomes com expressão na cidade. Silvio Humberto(PSB), Olívia Santana (PC do B) Pastor Isidoro(Avante) são nomes já colocados com a possibilidade do PT também lançar outros nomes. Há possibilidade do Irmão lazaro que foi bem votado em Salvador também entrar na disputa. Enfim, ser capaz de construir a unidade em torno do seu nome é o principal desafio do PDT e de Vovô para chegar a prefeitura de Salvador em 2020. (prof. Desiderio)