Em evento do MP-BA, governador sanciona lei que altera quadro do órgão

quinta-feira, 26 setembro, 2019

Aprovada na última semana pela Assembleia Legislativa, a iniciativa cria cargos em comissão de assessor técnico-jurídico de Promotoria

Breno Cunha / Rodrigo Aguiar
rui costa sanciona lei mp foto breno cunha bahiaba
Foto: Breno Cunha / bahia.ba

 

O governador Rui Costa (PT) sancionou nesta quinta-feira (26) a lei que altera o quadro do Ministério Público da Bahia (MP-BA), durante solenidade do 410º aniversário do órgão.

Aprovada na última semana pela Assembleia Legislativa, a proposta transforma 25 cargos de promotor de Justiça substituto em 280 cargos em comissão de assessor técnico-jurídico de Promotoria.

Além disso, serão criados outros 120 cargos em comissão de assessor técnico-jurídico de Promotoria. O projeto chegou a ser alvo de protesto de servidores do MP-BA, por causa dos cargos comissionados.

De acordo com o Ministério Público, a iniciativa é necessária para uma prestação de serviço mais eficiente à população.

VAVisita de Leão à Câmara ainda respinga na base de Neto

Foto: Antonio Queirós/CMS

Dois dias após o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Estadual Econômico, João Leão (PP) ter ido à Câmara Municipal explanar sobre a ponte Salvador-Itaparica e o comportamento da base ainda repercute. Informações chegadas a este Política Livre dão conta de que as alfinetadas do vice-governador ao prefeito ACM Neto (DEM) não rebatidas pela sua base, que é maioria na Casa, teria ‘enfurecido’ o gestor soteropolitano e elevado ainda mais a tensão no grupo.

Sem munição, mesmo diante de tantos atiradores, o prefeito teve que se movimentar de Brasília para responder a ‘fúria’ de Leão, que na ocasião, chegou a falar em “lapso” do chefe do Executivo municipal por não ter lembrado dos encontros anteriores em que eles teriam tratado sobre detalhes da construção da ponte. Aliado a isso, apresentou uma série de documentos para sustentar o argumento de que houve discussão com a administração soteropolitana.

O gestor municipal bradou praticamente sozinho de que o integrante do time de Rui “precisa ter mais respeito com a capital da Bahia”. “Em nenhum momento a prefeitura foi chamada para discutir tecnicamente o projeto da ponte Salvador-Itaparica e ele sabe bem disso. Se ele não está habituado a levar as coisas a sério e com a profundidade que elas necessitam, eu estou”, reclamou. Contudo, não estaria nem um pouco satisfeito com a quase total “acolhida” ao líder do PP, que saiu de lá propagando ter cumprido principal missão: ter convencido os vereadores da importância da obra para a cidade, principal queixa de Neto.

No rol dos que se salvam na espécie de ‘lista negra’ e que partiram em defesa do presidente nacional do DEM estão apenas: Téo Senna (PHS), Kiki Bispo (PTB), Sérgio Nogueira (PSDB) e Isnard Araújo (PHS). Carballal (PV) também ensaiou uma pressão, porém em menor proporção. Nem mesmo o líder do governo, Paulo Magalhães Jr. (PV) fez seu papel. Ao contrário, sem citar o prefeito, rasgou elogios a Leão e ao projeto, foi retribuído e acabou por fustigar ainda mais a ira do chefe do Executivo municipal.

Já teria chegado aos ouvidos dele, inclusive, que o independente Marcos Mendes (PSOL) atuou muito melhor contra Leão e aos impactos da obra que seus próprios aliados. E tudo está devidamente anotado e será cobrado, circula nos corredores do Parlamento municipal. O convite feito pelo presidente da Câmara, vereador Geraldo Júnior (SD), seu também aliado, também não teria sido engolido.

Fernanda Chagas

Política Livre


Bellintani parabeniza torcida do Bahia por apoio a boicote: ‘Obrigado pela confiança’

quinta-feira, 26 setembro, 2019
Bellintani parabeniza torcida do Bahia por apoio a boicote: 'Obrigado pela confiança'

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O triunfo do Bahia sobre o Botafogo na noite da última quarta (25) não foi marcado somente pelo bom resultado para a equipe tricolor. Fora das quatro linhas, a torcida abraçou a campanha “cerveja zero” do clube e fez um boicote aos bares da Arena Fonte Nova em protesto ao aumento do preço da bebida e da suspensão do desconto para os sócios (leia mais sobre o tema aqui).

 

Depois de diversas manifestações positivas e da grande adesão do público na ação de cerveja vendida por R$ 1 nos arredores da praça, o presidente Guilherme Bellintani fez um agradecimento no Twitter.

 

“Ver os bares da Fonte Nova vazios foi estranho e doloroso. Parecia que a festa não estava completa. Mas é lindo vermos que somos cada vez mais uma Nação forte, unida e com propósitos. Obrigado pela confiança no trabalho. Juntos podemos muito mais”, escreveu.

 

A Arena Fonte Nova ainda não se posicionou em relação ao boicote e não há novidades sobre um acerto entre o Tricolor e o consórcio, que são parceiros desde 2013.

 

 

 

Torcida promoveu boicote e bares não tiveram filas | Foto: Leitor BN / WhatsApp

Léo Prates admite sonho de assumir Prefeitura de Salvador

Foto: Raul Spinassé / Ag. A Tarde

Atualmente como secretário municipal de Saúde de Salvador, Léo Prates admitiu que deseja um dia ter a oportunidade de governar a capital baiana. Até pouco tempo, o nome dele era especulado como um dos possíveis candidato do grupo do prefeito ACM Neto na próxima eleição, mas a informação foi perdendo força enquanto o vice-prefeito Bruno Reis (DEM) se fortalece como primeira e única opção.

 

“Se tenho o sonho de um dia governar essa cidade? Eu tenho”, revelou em entrevista aos jornalistas Fernando Duarte e Jefferson Beltrão, no programa Isso é Bahia, parceria do Bahia Notícias com a rádio A Tarde FM, na manhã desta quinta-feira (26).

 

“Não precisa ser em 2020, não precisa ser em 2024… E se eu não chegar [ao cargo], eu vou sair da vida pública feliz porque eu já ajudei muita gente”, acrescenta Prates, lembrando seu passado recente como secretário de Promoção Social e antes como presidente da Câmara Municipal de Salvador.

 

Questionado sobre a possibilidade de se manter na política em outro partido que não o Democratas, Léo evitou falar diretamente no assunto. “Eu nunca soube que o partido era uma necessidade fisiológica pra respirar”, brincou. Nos últimos meses, ele se reuniu com membros de partidos como o PDT e o PCdoB.

Do Bahia Noticias